sábado, 20 de maio de 2017

Micropuntura / Microagulhamento ( Dermaroller ou DermaPen )





O que é Micropuntura?
É uma técnica que consiste na estimulação mecânica com dermógrafo que possui uma pontinha de agulha descartável q vai estimular a região tratada para provocar uma leve inflamação com a ajuda dos ativos apropriados para cada tipo de pele que vai ativar a produção de colágeno e elastina. Ao defender-se do processo evasivo a pele trabalha intensamente para regenerar-se produzir novos tecidos que irão preencher a área desgastada com novas células já diferentes do aspecto desgastado anterior. Grávidas não podem fazer o tratamento, mas quem está amamentando pode. No método que utilizo de bio estímulos, pele negra também pode!

Micropuntura e Dermopuntura é a mesma coisa?
Não. A dermopuntura é com haste de plástico no dermógrafo ao invés de agulha, menos invasiva, porém bem menos eficaz. Resumindo, a Dermopuntura não faz nem 5% do resultado da Micropuntura. Com a dermopuntura qualquer profissional pode trabalhar, já a Micropuntura somente profissional registrado e habilitado para manipular agulhas. Devido a muitos profissionais destreinados e inabilitados no mercado, que há muitos casos de manchas e cicatrizes após a micropuntura por aí.


Qual a diferença entre Microagulhamento com Dermaroller ou DermaPen e a Micropuntura ?

A função de ambos é a mesma, o que diferencia cada aparelho é o objetivo do tratamento. Por exemplo, quem quer fazer só as linhas de expressão, o ideal é a Micropuntura que age diretamente e bem concentrado nos pontos, mas quem quer tratar as linhas e também dar uma renovada em toda a face pode associar com o Microagulhamento (roller ou Dermapen) para pegar todos os pontos saudáveis ou não. Há os clientes que querem tratar só os pontos necessários e há os que não se importam em ficar com uma extensão maior do rosto mais marcada para renovar toda a face.
Micropuntura = Trata só e bem concentrado dos pontos;
Dermapen = Abrange uma área maior sem muita concentração na linha afetada;
Dermaroller = Abrange uma área maior sem muita concentração na linha afetada, com o mesmo efeito da DermaPen, mas uma inflamação maior desnecessária.

Como a Micropuntura age nas estrias, cicatrizes, queimadurasmarcas de acne e Melasma?

A micropuntura é atualmente a última palavra para estrias, a luz no fim do túnel. Um método revolucionário, pena que ainda pouco conhecido até entre os dermatologistas. Quando vc já tentou todos os tratamentos e percebeu que eram todos enganação, que nada adiantava para estrias, vale à pena dar uma chance para seu corpo e conhecer a micropuntura. Ela trata até das estrias brancas, aquelas antigas.  Se forem estrias bem fininhas, com 4 sessões já se chega ao resultado esperado, mas se forem de médias à grossas, 8 sessões é o ideal. Com o tratamento completo dessa técnica, é possível amenizar em até 90% as estrias, marcas de espinhas, e também as cicatrizes. Pode-se dizer que as estrias também não deixam de ser um tipo de cicatriz.  Elas aparecem como resultado da ruptura das fibras do colágeno e elastina, estas que fazem a sustentação e elasticidade da nossa pele. Quando a pele é submetida a uma tensão muito grande, essas fibras não resistem e se arrebentam. São vários os fatores que a provocam, como por exemplo: Hereditariedade, crescimento rápido e exagerado, musculação excessiva, efeito-sanfona (engorda - emagrece), gravidez, hormônios, cortisol (promotor do estresse), alterações do hipotálamo e diabetes (pois as células mudam e alteram também as fibras de sustentabilidade) e até medicamentos como corticóides e antialérgicos.
O tratamento para esses casos teoricamente é para ser definitivo para quem faz o tratamento completo, as estrias e cicatrizes  não voltam ao aspecto anterior tratado. Elas vão ficando cada vez mais invisíveis a cada sessão. A cor vai ficando próxima à da pele natural, as altas ou fundas vão se nivelando à mesma textura da pele e as largas vão afinando. É claro que como observado nas fotos, algumas peles respondem mais rápido e outras mais lentamente, mas na micropuntura já se consegue perceber resultado na primeira sessão por mínimo que seja, até nos casos mais difíceis. 
O custo (comigo) é muito barato, o método é o mais atual, mais rápido e satisfatório que os tratamentos de heccus, carbox ou carboxiterapia, peeling de cristal, peeling de cobre, ácido retinóico, vitamina C,  galvanopuntura, infravermelho, luz pulsada,  laser fracionado, radiofrequência, indermoterapia, intradermoterapia, dermaroller, subscisão (método cirúrgico), etc. striort



Como funciona a tutuagem em estrias ou pigmentação destas?

Tem gente que me pergunta se faço a tatuagem em estrias ou micropigmentação em estrias (introduzir pigmentos da cor aproximada da pele em estrias). Eu não recomendo essa técnica, pois com o passar dos anos a cor se altera  e vai dar diferença da pele original. Quando for à praia também dará diferença.  Devido a pele do corpo ser mais seca que a do rosto, o pigmento dura mais tempo no corpo e acaba envelhecendo, podendo chegar a um tom esverdeado. Estrias verdes?! Nem pensar! Já em cicatrizes o pigmento não costuma esverdear, pois é uma pele que já perdeu por completo a melanina natural.
Essa não é uma técnica nova e já deu problema, há tempos atrás a Vanessa Silveira de SP que até já apareceu no programa do Gugu já usou tal técnica e atualmente não a utiliza mais devido a manchas e muitos processos sofridos com o passar do tempo.
Já em peles negras a conversa é outra, pode sim!




Como a Micropuntura age nas rugas?

As rugas surgem devido ao fato do colágeno e a elastina tornarem-se enrigecidos devido a redução de fibras elásticas ocorrida com o aumento da idade.
Existem as rugas profundas, comum em idade superior a 45 anos; rugas fininhas, comum em idade não muito avançada;  e rugas de expressão que surgem com movimentos faciais repetitivos. A Micropuntura age diretamente nas linhas.
Em caso de rugas, o tratamento não é definitivo assim como são os das estrias, cicatrizes e marcas de espinhas, pois na natureza humana o processo de envelhecimento infelizmente é contínuo. Mas doze meses após o tratamento pode-se precisar de retoque, só que as sessões serão somente de manutenção.


Como a Micropuntura age na quelóide e cicatriz atrófica e hipertrófica?

Quelóide ocorre quando há crescimento em excesso do tecido de cicatrização no local de um ferimento já curado. Os quelóides são constituídos por lesões salientes, avermelhadas, rosadas ou escuras e podem ocorrer em qualquer cicatriz na pele. Por serem benignos, não contagiosos e indolores, são mais um problema estético do que um problema de saúde em si. A micropuntura na primeira sessão já "relaxa" esse tecido endurecido, vai desmanchando e o deixando menos enrijecido e mais baixo a cada sessão. É o melhor tratamento e mais rápido para quelóides e aquelas cicatrizes altas ou fundas duras.


O que é micropuntura capilar?

É a micropuntura realizada no couro cabeludo para estimular o crescimento de novos fios de cabelo. O procedimento estimula a enrigação do bulbo capilar. É diferente da micropigmentação capilar, esta que deposita pigmentos e faz uma camuflagem nas áreas falhadas; já a micropuntura é um tratamento e não uma camuflagem. São procedimentos diferentes. A micropuntura capilar requer de 5 à 10 sessões, podendo ser realizadas quinzenalmente.

Quantas sessões são necessárias para o tratamento de Micropuntura?
Em ambos os casos para um resultado satisfatório, são necessários uns cinco meses de tratamento, realizando as sessões de 21 em 21 dias (9 sessões).

Quais são as restrições e incômodos do tratamento?
Se for se expor ao sol antes dos 21 dias após a sessão, não esquecer do protetor solar durante o tratamento. Piscina e praia estão proibidos na primeira semana. Dependendo do tipo de estria terá uma restrição de 7 dias para ingerir betacaroteno.



Para pagamentos e maiores informações no site








Atendimentos na Freguesia em Jacarepaguá RJ



                            Clique Aqui para uma avaliação direta via WhatsApp gratuita!







28/09/2014
Para Profissionais ou curiosas
Quais os produtos utilizados na micropuntura?
Essa é a maior pergunta que costumo receber de profissionais da área por ligações e mensagens e ou até se fazendo de cliente interessada... pois há profissionais que fazem a mesma técnica e não conseguem obter resultado ou se sentem inseguras. Há até micropigmentadoras sem a especialização de micropuntura que só pq possuem o aparelho acham que é tão simples e sem especialização já querem sair fazendo. 
Gente, peço que antes de mexer com algo tão sério como inflamar a pele de uma pessoa, se especializem um pouco mais para não danificar a pele de ninguém. Quando me especializei em micropuntura também fiquei insegura, por esse motivo fiz outros tipos de cursos relacionados à pele e mais dois cursos de especialização em micropuntura além do primeiro q eu já havia feito. 
Para cada tipo de estria eu aplico uma agulha e frequência do aparelho diferente, cada tipo de pele requer um cuidado pós-sessão especial diferente e principalmente um produto DIFERENTE.  Sobre o ácido, não é em toda pele que o utilizo (é muito raro), por uso indevido do ácido e frequência errado do aparelho q tem muita gente se manchando por aí.
Há casos tb de mulheres que querem se furar em casa com uma agulha de costura ou comprando um aparelho... nem eu consigo aplicar em mim! Sem comentários para esse tipo de pergunta... Pode ainda acabar ficando pior do que tava.

Obs: Gente, o que sei não aprendi com amigas e nem com internet, investi muito tempo e dinheiro em cursos. Procurem fazer o mesmo se pretendem realizar um procedimento com responsabilidade e segurança.
Fica a dica.